banner

Por Olimpio Araujo Junior | Founder - GestordeMarketing

Em um mundo cada vez mais competitivo, e em um país onde a corrupção não está apenas na política, mas chega a fazer parte da cultura de parte da população, criar uma reputação como um profissional ético pode ser um grande diferencial na construção de sua imagem, de sua autoridade e até mesmo do valor de seus serviços no mercado.

Por esse motivo, resolvi escrever aqui a partir de minha experiência de mercado, as 20 regras que considero essenciais de ética para todo consultor ou prestador de serviços:

1 – Nunca fale com seus clientes detalhes sobre outros clientes que você já teve no mesmo setor (quebra de sigilo);

2 – Não imponha suas convicções. O trabalho do consultor é orientar o cliente pelo melhor caminho com base em dados de mercado, pesquisas e outras informações que embasem suas decisões;

3 – Seja sempre aberto e sincero com seu cliente. Não esconda fatos ou argumentos apenas para agrada-lo. Sua função é apresentar soluções, mesmo que as mesmas não sejam agradáveis;

4 – Seja aberto a receber criticas e a ouvir seu cliente e seus colaboradores, pois eles vivenciam este mercado e podem contribuir com informações relevantes para o projeto;

5 – Não proponha ideias impossíveis ou inviáveis. Respeite as possibilidades do cliente;

6 – Só aceite trabalhos e projetos que você tenha capacidade para desenvolver, ou que tenha pessoas capacitadas em sua equipe para fazê-lo;

7 – Nunca fale em nome de seu cliente sem prévia autorização;

8 – Não presuma quais são as necessidades do seu cliente sem antes pesquisar e diagnosticar realmente quais são;

9 – Respeite sempre a legislação, normatizações e demais regras existentes relacionadas ao setor de atuação de seu cliente;

10 – Não utilize jamais informações, dados ou recursos do seu cliente sem autorização do mesmo;

11 – Mantenha sempre a consistência entre o que foi contratado pelo cliente e o que foi entregue;

12 – Seja sempre coerente e fiel aos seus ideais, valores e convicções, e não aceite fazer trabalhos que vão contra o que você defende ou acredita;

13 – Coloque-se sempre contrario a solicitações e comportamentos que afrontem a ética, a moral, direitos de empregados e colaboradores, direitos de clientes ou mesmo de fornecedores;

14 – Adote uma postura de ajuda desinteressada em relação aos seus clientes sem visar reconhecimento imediato por tudo o que você faz;

15 – Ao solicitar propostas aos seus fornecedores, dê sempre a todos um feedback mesmo que a proposta não seja aceita. É importante manter uma relação honesta e aberta com todos seus possíveis fornecedores e parceiros;

16 – Seja transparente em todas as negociações que fizer em nome de seu cliente, deixando todo os documentos, notas fiscais ou contratos realizados a disposição para consulta do mesmo se necessário;

17 – Dê sempre os créditos aos respectivos autores de projetos, ideias, materiais ou mesmo sugestões utilizados em sua atividade de consultoria. É importante valorizar todos seus parceiros ou colaboradores e ser honesto em relação a autoria de qualquer ação;

18 – Não preste consultoria simultânea a clientes concorrentes, ao menos que seja de conhecimento e concordância de ambos;

19 – Torne o cliente independente de sua consultoria, para que seus resultados continuem mesmo após o termino de seu contrato;

20 – Fale sempre a verdade, mesmo quando errar ou quando os cenários não forem positivos.

(Este conteúdo faz parte da vídeo aula "Ética em Consultoria" do módulo de "Consultoria em Marketing Digital" do curso "Formação de Gestores em Marketing Digital").

Compartilhe:

Comentarios

Comentarios